Curitiba, 26/08/2019
Texto por M. V. Giovana C. Ravedutti
Uma das maiores casuísticas na fisioterapia são os casos relacionados a locomoção como doenças musculares, ortopédicas e neurológicas que levam o paciente a apresentar sinais como claudicação (por desconforto local ou dor), paresia (perda parcial do movimento) ou paralisia (perda total) de um ou mais membros, e como consequência atrofia muscular.
Você sabia que além das terapias já conhecidas como fisioterapia e acupuntura, a ozonioterapia (técnica antiga mas pouco difundida) associada ao tratamento pode ajudar o seu animal a ter uma recuperação mais rápida?
Ok, mas qual a função do ozônio em afecções locomotoras?
Para falar de um tratamento específico, precisamos ter em mente a causa da doença, ou seja, um diagnóstico, mas de uma forma geral, o ozônio atua a nível celular ativando (sem administração de medicamentos/químicos) mecanismos anti-inflamatórios e analgésicos, como também diminuindo a ação de radicais livres e melhorando o aporte de oxigênio na região afetada.
Além dos benefícios diretamente ligados às doenças locomotoras, ocorrerá um aumento da imunidade e consequente melhora na qualidade de vida do animal. Para uma resposta mais eficaz é necessária uma avaliação do paciente, por um profissional capacitado, assim como exames de sangue (hemograma e bioquímicos) prévios para a escolha de um protocolo adequado.
Quer saber de mais uma qualidade dessa terapia??
É muito segura, com pouquíssimas contra-indicações ou reações adversas! Não necessita de anestesia, é indolor, e sua ação complementa diversas terapias convencionais, aumentando a resposta aos tratamentos.
Gostou ou quer saber mais? Entre em contato com o Instituto de Reabilitação Animal!
(41) 99876-1486 (também com whatsapp) e (41) 3039-0216!
E-mail: contato@iranimal.com.br