Curitiba, 07/10/2019

Queridos leitores, vocês sabiam que a microfisioterapia pode ser aplicada em  animais? É isso mesmo! Hoje abordaremos um pouquinho mais sobre a microfisioterapia, que tem feito muita diferença para o bem estar dos animais! Fiquem com as informações valiosas da médica veterinária da equipe do Instituto de Reabilitação Animal, M.V. Esp. Débora Oliveira! Abraços, Mhayara Reusing.

Texto por M.V. Esp. Débora Oliveira

A MICROFISIOTERAPIA é uma técnica de terapia manual que identifica a causa primária de uma doença ou disfunção,  estimulando o equilíbrio e a manutenção do sistema imunológico e da saúde em geral.

A  elaboração e formulação da técnica foi iniciada na década de 80 por fisioterapeutas e osteopatas franceses. É uma técnica aplicada em humanos como também em todos os animais, sejam eles pacientes de qualquer idade. E o melhor: não há contra indicação!

A microfisioterapia parte do principio que todas as células do corpo são capazes de armazenar memórias  mal  resolvidas  em todos os períodos da vida e este armazenamento pode desencadear doenças e sintomas. Sendo assim, a técnica permite ao terapeuta capacitado identificar os rastros deixados por estas memórias e, através de mapas desenvolvidos,  reinforma-se o estímulo ao corpo para que então ocorra o processo de auto-correção. Essa manobra manual específica auxilia no restabelecimentos da vitalidade e função tecidual deste ponto.

A frequência indicada para realização das sessões de microfisioterapia depende muito da patologia, mas já temos resultados em uma ou duas sessões com  intervalo de no mínimo quarenta e cinco dias entre elas.

A sessão tem a duração de aproximadamente uma hora e é indicado no seguintes casos:

  • Traumas físicos: como dores musculares, ligamentos e problemas articulares
  • Traumas emocionais: como situações de perda, abandono, hiperapego e fobias em geral
  • Traumas químicos em caso de intoxicação  ou sobrecarga de medicamentos.

Pode ser aplicada junto com outras técnicas sendo um adicional em busca de um bem estar.

Pareceu muito abstrato? Pois bem, artigos científicos recentes tem demonstrado os efeitos benéficos da microfisioterapia. A bibliografia abaixo exemplifica tais pesquisas!

“Os resultados da microfisioterapia em desordens psicossomáticas: uma revisão sistemática”

ROCHA, DANIELA GOMES; SOUZA, CAIO VINICIUS PEREIRA DA SILVA; LORETI, EDUARDO HENRIQUE. THE RESULTS OF MICRO-PHYSIOTHERAPY IN PSYCHOSOMATIC DISORDERS: A SYSTEMATIC REVIEW. Simpósio Internacional de Neurociências da Grande Dourados, v. 5, 2019.

Outro estudo avaliou a frequência cardíaca de pessoas com fibromialgia, e obtiveram resultados positivos com a técnica:

PEREIRA, Adriano Pinto et al. Assessment of Heart Rate Variability in Fibromyalgia after Micro-physiotherapy. Manual Therapy, Posturology & Rehabilitation Journal, v. 12, n. x, p. 191-195, 2014.

E então, se interessou pela microfisioterapia e quer saber mais? Entre em contato conosco!

(41) 99876-1486 e 3039-0216

Estaremos a disposição para esclarecer suas dúvidas!